Sling | Modelos mais conhecidos

gui71Vamos falar um pouquinho dos modelos dos carregadores de bebês?

Geralmente as pessoas têm muitas dúvidas sobre os modelos e suas indicações. Para esclarecer todas as dúvidas preparamos para você um resumo  sobre os principais carregadores de bebês.

Ring Sling ou Sling de Argolas:

 PA220030Foi o primeiro dos porta-bebês a virar febre atualmente, impulsionado, principalmente por sua aparição na mídia hollywoodyana. Depois que várias atrizes foram flagradas carregando seus pequerruchos dentro destes porta-bebês, o mundo notou a existência dos porta-bebês ergonômicos, que nada mais é do que uma releitura de carregadores de bebês usados por povos antigos no mundo todo. Este modelo específico é basicamente um tecido retangular com duas argolas costuradas juntas em uma das pontas. Tem um sistema parecido com alguns cintos e sua trava é “acionada” com o peso do bebê.

Este modelo, como a maioria dos modelos de porta-bebês ergonômicos, pode ser usado em bebês recém-nascidos, até completarem cerca de 20 Kg. Lembrando que é fundamental levar em consideração a qualidade do material usado, ou seja, do tecido (geralmente 100% algodão) e, principalmente das argolas. As argolas precisam ser próprias para slings, precisam aguentar pelo menos 100Kg cada uma e NÃO PODEM TER EMENDAS. Precisam ser inteiriças, para que não desgastem o tecido. Elas podem ser de alumínio (com uma liga especial), de aço, ou de nylon. Somente nestes 3 materiais.

O Ring Sling permite carregar o bebê praticamente em todas as posições possíveis, desde a posição de berço (onde o bebê fica deitado dentro do sling como se estivesse numa rede), até posição sentado, ou até mesmo nas costas.

Pouch Sling ou Sling Sem Ajuste:

PA210002Este modelo é quase uma bolsa que a pessoa veste para carregar o bebê. Ele pode ser feito sob medida, ou ser adquirido em tamanhos padrão. É muito simples de usar pelo fato de não precisar ajustar, basta vestir e colocar o bebê.Suas posições são as mesmas do Ring Sling, e seu uso é indicado para a mesma faixa, desde o nascimento até cerca de 20Kg. Caso este sling não seja adquirido sob medida a pessoa deve estar atenta ao tamanho correto do sling, pois o bebê deve ficar na altura do umbigo de quem está carregando, jamais abaixo disso, nem acima. Se o bebê ficar acima disso é sinal de que o pouch sling está muito apertado e pode, inclusive, incomodar o bebê. Este modelo costuma ser dupla face, o que é uma praticidade a mais. Porém, é muito importante sempre verificar as costuras! Mesmo os slings de boa procedência, devem ser sempre revisados, pois tecidos desgastam normalmente com o passar do tempo, a exposição ao sol e à produtos químicos.

Wrap Sling:

DSC00234Este é o modelo que está em alta no momento. É produzido geralmente em malha de algodão ou outro tipo de malha que não tenha elasticidade demais (adaptação brasileira pela falta dos tecidos semelhantes aos importados, mais confortáveis), embora estamos começando a ter no Brasil tecidos planos mais adequados e confortáveis. Podemos dizer que, basicamente, o wrap é um pedaço de malha de cerca de 4 metros de comprimento com 50 a 70 centímetros de largura. Sua forma de carregar o bebê depende exclusivamente das amarrações feitas. O wrap admite uma infinidade de amarrações, tanto na frente, como nas costas e quadril, e também pode ser usado desde o nascimento até 20Kg. Algumas amarrações chegam a parecer uma blusa, e, por sua elasticidade, não é preciso desamarrar para retirar ou colocar o bebê. Um uso muito interessante é com crianças com problemas motores/neurológicos, como paralisia cerebral, visto que ele permite uma boa amarração e segurança, inclusive, permitindo apoiar a cabeça. Embora seu tamanho e suas amarrações intimidem aos iniciantes do babywearing, ele não é tão difícil de usar como parece, pelo contrário, seu uso é muito simples e prático. Por isso, tem sido o modelo mais procurado atualmente.

Mei tai:

Mei Tai 06 - CloseEste modelo é inspirado nos carregadores orientais. Assim como o wrap, ele é amarrado ao corpo, mas não permite tantas amarrações.

Ele é o modelo que mais lembra o “canguru” que vemos por aí, mas, diferente do canguru, o mei tai não causa nenhum tipo de problema ao bebê, pelo contrário, ele é tão anatômico quanto os outros modelos. Nele o bebê fica sentado. Por causa disso, ele não é indicado para os primeiros meses, mas pode ser usado até cerca de 20Kg também.

Ele é muito prático, principalmente para longas caminhadas, passeios longos como Zoológico, e outros.

Numa pesquisa mais profunda, podemos citar outros tipos de carregadores usados pelo mundo, como o rebozo, a capulana, a kepina, entre outros, mas estes, são muito parecidos e são, basicamente falando,  como amarrações com cangas. São muitíssimo utilizados em certos países de forma extremamente cultural e milenar.

Esperamos que tenham gostado! Qualquer dúvida, deixem um comentário!